^ Topo

Quimioterapia
A quimioterapia é o tratamento medicamentoso destinado a eliminar o câncer ou retardar o seu crescimento. Muitas das drogas utilizadas são derivadas de substâncias naturais, como plantas, ou até mesmo derivadas de bactérias, sendo muitas vezes as mesmas drogas utilizadas em humanos. Os quimioterápicos às vezes não curam o câncer, mas conseguem controlá-lo podendo ajudar a melhorar a qualidade e a expectativa de vida de seu animal de estimação.  Algumas drogas devem ser administradas por via intravenosa, outras podem ser administradas por via subcutânea, intramuscular ou também por via oral.
É importante sempre lembrar que o quimioterápico, em parte, é eliminado pelas vias excretoras. Por tanto os devidos cuidados devem ser tomados com as fezes e urina dos animais que receberam a quimioterapia.

Eletroquimioterapia
À combinação de quimioterapia sucedida de eletroporação (fenômeno de “quebras elétricas” reversíveis na membrana celular), denominou-se eletroquimioterapia, uma nova modalidade de terapia antineoplásica utilizada no tratamento de tumores cutâneos. O processo consiste em potencializar a ação de um fármaco, antes com baixa ou nenhuma permeabilidade na membrana da célula, através do fenômeno de eletroporação, um processo conhecido há aproximadamente vinte anos, que tem como objetivo facilitar a entrada na célula, de moléculas normalmente não permeáveis à membrana. O procedimento eletroquimioterápico consiste basicamente na administração do fármaco no indivíduo e posterior exposição do tecido ou células aos pulsos elétricos por meio de eletrodos.

Criocirurgia
A criocirurgia é definida como uma técnica cirúrgica que utiliza o uso controlado de baixas temperaturas ( atingida por meio de substâncias como nitrogênio líquido) para a destruição de tecidos biológicos (tecidos anormais ou câncer), através do congelamento. Em oncologia, é utilizada para remover pequenos tumores, geralmente de pele, em regiões difíceis de se retirar ou em animais muito idosos.

Cirurgia oncológica
O tratamento cirúrgico é de grande importância e é uma das principais formas de tratamento para tumores localizados em cães e gatos. O cirurgião não só irá remover o tumor em si, mas também algumas das imediações do tecido para se certificar de que não há células cancerígenas deixadas para trás. Em alguns casos, quando as células tumorais se espalham e atingem os gânglios linfáticos próximos, eles também são removidos,  a fim de impedir que ocorra uma propagação das células tumorais para outros locais. Após a sua retirada, uma amostra do tumor é enviada para análise histopatológica que trará informações a respeito de suas características que serão importantíssimas para a segunda etapa do tratamento.

Artigos mais visitados

CecraVet

Centro de Especialidades Cirúrgicas e
Radiologia Veterinária

Praça Nova York, 135 - Jardim América
Sorocaba - SP
15 - 3202.4519